Notícias de Caçador (SC)


ATENÇÃO VIAJANTES

Não é má vontade nem preguiça, mas é por pura falta de tempo que não tenho mais atualizado esse blog que encontrou tanto respaldo entre seus leitores. Então, por um certo temos vamos estar sem atualizações, até que consiga disciplinar meu tempo. Os leitores, principalmente aqueles de fora de Caçador, podem ter as informações do nosso município nos sites www.cacador.net e www.cacador.sc.gov.br. Muito obrigado pela companhia e pelos comentários e até breve.

Frutuoso oliveira



Escrito por Frutuoso Oliveira às 14h39
[   ] [ envie esta mensagem ]




Informe especial

Frutuoso Oliveira

Presidente pode

sair no 1º turno

Se mantida a verticalização para as eleições deste ano e os candidatos forem o governador de São Paulo, Gerlado Alckmin (PSDB), e o presidente Lula (PT) teremos um pleito plebiscitário, que poderá ser decidido até mesmo no primeiro turno, a exemplo do que ocorreu em 1998, com Lula e FHC. Mantida a verticalização, dificilmente o PMDB e os partidos menores terão candidatos à presidência, porque assim não poderão ficar livres para coligações nos Estados.

Sendo assim, teremos alguns candidatos nanicos, mas com chances mesmo, só Lula e Alckmin. Então, independente se Lula será reeleito ou se a oposição vai vencer, esse resultado poderemos ter logo no primeiro turno. Quando FHC tentou e conseguiu a reeleição, em 1998, havia 3 candidatos competitivos. O resultado do 1º turno foi assim: FHC – 53,06%; Lula – 31,71%; Ciro Gomes – 10,97% e outros – 4,25%. Em 2002, havia 4 candidatos competitivos e deu 2º turno. No 1º turno, resultado foi: Lula – 46,44%; Serra – 23,20%; Garotinho – 17,87%; Ciro Gomes – 11,97% e outros – 0,52%

Desta vez, já se sabe quem serão os dois possíveis primeiros colocados –um do PT e outro do PSDB, não necessariamente nessa ordem. Se o PMDB não disputar, quem desempenhará o papel de Garotinho e de Ciro Gomes em 2002? Pelas pesquisa atuais, seria Heloísa Helena, do PSOL. A senadora teria de fazer 29,84% (soma de Garotinho e de Ciro Gomes em 2002) para garantir que disputa deste ano siga para o 2º turno. É isso é muito difícil de acontecer.

Alckmin será o candidato

Acabou o impasse dentro do PSDB. O governador de São Paulo, Gerlado Alckmin, será o candidato do partido à Presidência da República para enfrentar Lula. A desistência do prefeito de São Paulo, José Serra, foi anunciada na tarde de ontem. O fator decisivo, segundo informaram os sites de notícias, que levou o prefeito José Serra a abrir mão da candidatura foi o desejo de não disputar prévias da legenda, o que poderia levar a um racha do PSDB. O governador Geraldo Alckmin já havia admitido que não iria abrir mão da candidatura e, se fosse necessário, não teria problemas em disputar uma prévia.

Candidato do prefeito

Prefeito Saulo Sperotto (na foto com o candidato tucano e mais um prefeito do PSDB) é um entusiasta da candidatura de Geraldo Alckmin à presidência da República. No ano passado ele teve longa conversa com o governador paulista em Brasília. Para ele, o fato de Alckmin ser menos lembrado do que José Serra nas pesquisas não é problema para o partido. "O Serra já foi candidato em 2002 e o Alckmin ainda não está em campanha. É só começar a campanha e a população ver a sua capacidade, que já mostrou como governador de São Paulo que sua candidatura deslancha", disse.

 

Novos tempos

Até mesmo uma briga de jogadores de futebol amador, que acabou no encerramento antes do tempo regulamentar de uma partida no estádio municipal, foi tema de discurso na Câmara.

Impasse no PDT

Somente no dia 24, quando haverá um encontro do partido com a presença do presidente estadual Manoel Dias, é que deverá haver uma decisão sobre o futuro do PDT de Caçador. O partido realizou uma convenção municipal, que elegeu o professor Januário como presidente. Entretanto, uma corrente liderada pelo vereador Gilberto Gonçalves entendeu que a eleição foi irregular. O assunto foi então encaminhado ao diretório estadual do partido que deverá se pronunciar no dia 24.



Escrito por Frutuoso Oliveira às 19h06
[   ] [ envie esta mensagem ]




Troféu Mala

Cinqüenta jornalistas de Política escolheram ontem em Brasília os vencedores do Troféu Mala: o mais votado foi ACM Neto, o "Grampinho" (ou "Oxente, cadê a Globo?"), seguido de Aloizio Mercadante e Ideli Salvatti.

Número de vereadores

Deputado federal Ivan Ranzolin (PFL), que esteve em Caçador segunda-feira, está confiante de que uma emenda constitucional será aprovada no Congresso Nacional dando nova regulamentação ao número de vereadores nas Câmaras Municipais. Se aprovado, como prevê Ranzolin, na próxima eleição Caçador poderá voltar a ter 15 vereadores.

Brincando de estátuas

Maior sucesso nas esquinas de Caçador nesta semana os artistas, vindos de Joinville, que posam de estátuas vivas. Não há quem não olhe para as performances.

 

Torneio de sinuca em mesa redonda

Atenção jogadores de sinuca que querem jogar numa mesa redonda. No próximo dia 8 de abril, no Bar da Anita, no Santelmo, vai acontecer um grande torneio de sinuca, na modalidade mata oito. A novidade é que as partidas serão jogadas em uma mesa redonda, onde as tacadas são completamente diferente da sinuca tradicional.

 Divulgação da festa

Presidente da Comissão Central Organizadora da Festa dos 72 anos de Caçador, empresário Selvino Caramori, se reuniu ontem com diretores de veículos de comunicação para decidir sobre um plano de midia para divulgação do evento. Está mais do que na hora. Apesar da festa ser de portões abertos, é preciso que a cidade entre no clima do evento e isso só acontece com boa divulgação. Mas, conhecendo a organização e competência do nosso glorioso Silvininho, está festa está com tudo dentro dos conformes e para dar alguma coisa errada é só mesmo por azar, porque o homem é metódico e organizado. E, ainda tem junto consigo uma equipe muito dedicada e competente.

Tudo sobre Caçador

Atenção aficionados pelo Cultural Game, promovido as quintas-feiras no Tôa Tôa. Para o dia 23 de março, na semana do aniversário do município, o Franck está prometendo um cultural somente com questões sobre Caçador. Quem conhece da nossa história, da nossa gente, dos nossos fatos pitorescos tem tudo para se dar bem. Quem não conhece e quer concorrer a um bom prêmio, que vá se preparando.

Lula na Inglaterra

Contam as más línguas que o presidente Lula, na semana passada, quando estava no Reino Unido, desfilando de carruagem com a rainha Elisabeth, protagonizou mais uma de suas gafes históricas. Num determinado um dos cavalos que puxava a carruagem teria simplesmente soltado um flato de um perfume não muito agradável. A rainha muito educada, se desculpou com o presidente brasileiro. Lula, não teve dúvidas, e saiu com essa: "Não esquente a cabeça companheira Beth, eu pensei que fosse o cavalo".



Escrito por Frutuoso Oliveira às 19h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




Adeus Raul Tomazoni        

Já escrevi isso nesta Folha, quando nosso colega Raul Tomazoni, por um curto período de tempo, se transferiu para a cidade de Capinzal. Ao homenageá-lo, por ocasião de sua transferência, comparei-o a Sancho Pança, o personagem do clássico Dom Quixote, do espanhol Miguel de Cervantes. Sancho era o escudeiro do Cavaleiro da Triste Figura. Era ele, quem cuidava de Dom Quixote nas suas aventuras. Numa parte da história, Dom Quixote ao deparar-se com moinho de ventos, passou a atirar-lhe suas lanças, confundindo-os com gigantes. Sancho Pança então alertava seu amo de que eram moinhos e não gigantes e ele que não desperdiçasse a sua arma.

            Escrevi então que na redação desta Folha, Raul Tomazoni, do largo de sua experiência, assemelhava-se a Sancho Pança. Os jovens repórteres, como quixotes, vangloriavam-se de atirar suas lanças para todos os lados e ele, com seus conselhos, mostrava o caminho da profissão, explicando que nem sempre estamos atirando no alvo certo. Tomazoni ficou por pouco tempo em Capinzal e voltou para essa redação. Recentemente desligou-se novamente para trabalhar em outro jornal local. Foi por poucos dias. Nessa semana ele se preparava para voltar para o nosso convívio diário, mas ontem quis o destino que sua trajetória nessa vida chegasse ao fim.

            O destino me deu o privilégio de trabalhar junto com ele por mais de dez anos. Aprendi muito nesse tempo. Não só as lições do jornalismo, mas lições de vida e de humanismo. Em 2001, quando deixe a redação da Folha para abraçar um projeto no jornal Gazeta, criei um quadro chamado gente com história. Foi então que tive a oportunidade e a grata satisfação de entrevistar Raul Tomazoni. Acho que nos seus mais de 45 anos de profissão, deve ter sido uma das raras entrevistas que deu. Ele mesmo dizia: repórter não nasceu para dar entrevistas e sim para entrevistar.

            Apaixonado pelo jornalismo, principalmente pelo rádio, Tomazoni foi locutor esportivo, comentarista, noticiarista, editorialista do jornal a Folha, editor de esportes e por muitos anos manteve a coluna bate-bola, abordando assuntos esportivos. Na juventude queria ser jogador de futebol. Chegou a jogar em alguns times amadores, mas foi na crônica esportiva que se encontrou profissionalmente. Queriam vê-lo feliz, era só puxar um assunto de futebol. Tomazoni era um apaixonado, principalmente se o assunto fosse sobre o Vasco.

            Dono de um texto leve e portador de uma ironia fina, Tomazoni sabia criticar sem afrontar e elogiar sem ser piegas. Culto e bem humorado fazia de suas transmissões esportivas, momentos de alegria. Entre suas tantas histórias estava aquela do repórter que interrompeu a transmissão para anunciar a entrada de um cachorro em campo. Tomazoni não perdeu tempo e, para risos dos ouvintes, perguntou no lugar de quem.

            No mesmo momento em que lamento a sua morte, também me alegro pela vida desse apaixonado pelo mundo da comunicação. Um homem da família, trabalhador e desapegado das coisas materiais. Dono de uma dignidade sem igual, ético e amigo dos amigos, Tomazoni fez história em Caçador e vai deixar muita saudade. Vai com Deus amigo velho. Com certeza, lá do outro lado, quem sabe terás um joguinho para narrar, daqueles craques do passado, que assim como você, cumpriram sua missão nessa terra, mas deixaram uma história de vida para servir de exemplo às futuras gerações. Mesmo com a alma dilacerada, me sinto feliz por ter trabalhado por mais de dez anos e convivido contigo todo esse tempo, como um discípulo de seu mestre. Adeus Raul Tomazoni.



Escrito por Frutuoso Oliveira às 15h10
[   ] [ envie esta mensagem ]




 

 Assalto a mão armada no centro de Caçador

  Dois homens abordaram um gerente de posto de combusível e levaram o malote contendo cerca de de R$ 15.060 em cheques e R$ 37.113 em dinheiro

Jornalista: Nicole Trevisol, da equipe da FOLHA

 O percurso feito rotineiramente pelo gerente do Posto Cury até os bancos localizados na avenida Barão do Rio Branco, centro de Caçador, virou alvo de assaltantes na tarde de quarta-feira, 01. Eram 13h 30min quando Daniel Schiavini, gerente do posto, atravessou a rua em direção ao banco Besc para realizar o depósito.

Daniel foi abordado por um homem de aproximados 1 metro e 70 de altura, pele clara, cabelos curtos e lisos penteados para trás, sobrancelhas escuras e grossas, olhos castanhos, aparentando ter entre 25 e 30 anos. O homem portava uma arma, e com ela forçou o gerente a entregar o malote contendo o dinheiro. "Antes de chegar ao banco fui abordado por ele declarando que era um assalto. Entreguei o malote e corri para pedir ajuda", diz Daniel.

O assaltante disparou dois tiros em direção a Jandir Santos Ramos, funcionário do posto, quando este saiu atrás do ladrão para recuperar o malote. Junto do homem que abordou Daniel havia outro com capacete e vestindo uma blusa de cor vermelha esperando na moto, placas LWR 6627, de Florianópolis. Após o assalto, os ladrões fugiram com a moto em direção a saída para Calmon. "A moto e os dois capacetes foram localizados na rua Zélio Rodrigues, bairro Vila Nova, Caçador. Foram feitas buscas até a cidade de Timbó Grande, mas nada foi localizado. Segundo o proprietário de um bar de beira de estrada, os procurados largaram a moto no meio da estrada e entraram em um carro modelo Chevette. Porém, os testemunhos não souberam informar a cor nem a placa do veículo", relatou um dos soldados do GRT que efetuaram as buscas.

Na bolsa havia cerca de R$ 15.060 em cheques, R$ 37.113 em notas de dinheiro e R$ 120 em moedas que foram levados pelos assaltantes. O gerente do posto disse que diversas medidas eram tomadas para prevenir esse tipo de problema, porém alguns deles falharam. "Vamos apurar o caso, ver o que deu errado, e aprimorar o sistema de malote. Tomaremos providências para que isso não volte a acontecer", conclui Schiavini.



Escrito por Frutuoso Oliveira às 09h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




Feriadões

O feriadão de carnaval foi só o começo. O ano de 2006 vai dar mais dias de folgas para os brasileiros. Em 2005, várias feriados ocorreram nas quartas-feiras, como os de Independência do Brasil e Finados, e nos finais de semana, incluindo Natal.

Com mais datas comemorativas nas segundas e nas quintas-feiras, o ano de 2006 reserva mais dias para possíveis feriadões. Confira na tabela de feriados nacionais:

 Data                            Motivo                          Dia da semana

14 de abril                Paixão de Cristo                   (Páscoa) Sexta-feira

21 de abril                     Tiradentes                                 Sexta-feira

1º de maio                Dia do Trabalho                         Segunda-feira

15 de junho                  Corpus Christi                       Quinta-feira

7 de setembro                Independência do Brasil                        Quinta-feira

12 de outubro                     Nossa Senhora Aparecida                           Quinta-feira

2 de novembro                          Finados                                         Quinta-feira

15 de novembro                   Proclamação da República                          Quarta-feira

25 de dezembro                             Natal                                     Segunda-feira

1º de janeiro (2007)                          Confraternização Universal                    Segunda-feira



Escrito por Frutuoso Oliveira às 20h03
[   ] [ envie esta mensagem ]




Informe especial

Frutuoso Oliveira

A avaliação da descentralização

A campanha eleitoral deste ano para o Governo do Estada será baseada na descentralização administrativa implantada pelo governador Luiz Henrique ao longo de sua administração. O governador, candidato à reeleição, vai dizer que a descentralização foi a saída para a distribuição igualitária de recursos em todas as regiões do Estado. Prega a descentralização como a modernização administrativa, como o fim da discriminação política-partidária-geográfica do Estado.

Seus adversários, como não poderia ser diferente, vão dizer que a descentralização é muito mais um cabide de empregos para encostar os aliados políticos que não conseguiram seus cargos através do voto. Dirão que todas as obras que o governador anuncia poderiam ter sido feitas sem a criação das Secretarias de Desenvolvimento Regionais e a conseqüente criação de diversos cargos.

Certo ou errado, a descentralização trouxe uma nova fórmula para o governo do Estado, principalmente com a criação dos conselhos de desenvolvimento regional, que passam a decidir onde os recursos serão aplicados. Se eram necessários tantos cargos é outro assunto. O governo diz que esses cargos já existiam na capital e foram apenas transferidos para o interior, enquanto que seus adversários dirão que eles aumentaram a despesa com folha de pagamento.

A grande verdade é que a descentralização vai estar sendo avaliada pelo eleitor catarinense em outubro. Em 2002, Luiz Henrique, sem nenhum favoritismo, percorreu o Estado pregando a descentralização. Deu certo e ele saiu vencedor. Agora, como favorito, LHS terá de provar que a descentralização deu certo e modernizou a administração no Estado, revertendo a ação política em obras. Se a população assim entender, certamente será reeleito. Se pensar ao contrário, o resultado da eleição pode ser outro.

Liquida Caçador

Começa nesta sexta-feira mais uma edição da promoção Liquida Caçador, que sempre movimenta o comércio local, com promoções de descontos que vão de 5% a 50% e com as lojas abrindo em horário diferenciado. Essa campanha, pelo movimento que traz ao nosso comércio com as vantagens para os compradores. Essa idéia de liquidação acontece também em outros municípios do Brasil, sempre com sucesso.

Liquida Caçador (1)

Inclusive em Caçador, tive a satisfação de participar da criação da primeira edição, quando assessorava o empresário Renato Marins, na presidência da Associação Comercial e Industrial de Caçador (Acic). Naquela época, fomos buscar a idéia na cidade de Maringá, onde a promoção já acontece há alguns anos, inclusive sorteando um apartamento em cada edição. Aqui, a CDL abraçou a idéia, em algumas edições com apoio da Ampe, e a Liquida Caçador continua cada vez maior.

Liquida Caçador (2)

Só existe um detalhe com relação a Liquida Caçador. Algumas lojas, mesmo associadas a CDL, insistem em fazer liquidações, antes da promoção oficial, buscando se antecipar para colocar suas ofertas com exclusividade no mercado.

Cachorrada

Ex-vereador Romildo Putti (PMDB) passou seus quatro anos na Câmara defendendo ações para retirar os cachorros da rua, criando o serviço de carrocinha, canil municipal e esterilização dos animais. Mesmo tem sido até líder do então prefeito Onélio Menta (PMDB), passou batendo em ferro frio, sem conseguir sucesso. Agora, o vereador Alcedir Ferlin (PMDB) parece ter abraçado a causa dos cachorros sem donos e na última sessão da Câmara pediu providências. Enquanto isso a cachorrada continua aumentando. No ano passado, durante a Ação Cidadania, no bairro Martello, a Prefeitura fez um trabalho nesse sentido.



Escrito por Frutuoso Oliveira às 19h14
[   ] [ envie esta mensagem ]




Alunos da rede municipal receberão uniformes

Os alunos da rede municipal de ensino receberão neste ano uniformes escolares. O anúncio foi feito na tarde desta quinta-feira, durante entrevista coletiva, pelo prefeito Saulo Sperotto. Ele estava acompanhado do vereador José Carlos Pereira dos Santos, presidente da Comissão de Educação, Cultura, Esportes e Promoção Social da Câmara de Vereadores e do professor Romnei Riedy, presidente do Conselho Municipal de Educação (Comed).

            Ao todo, cerca de 8 mil alunos vão receber um conjunto de agasalho e duas camisetas. Os recursos para o investimento, algo em torno de R$ 400 mil, são oriundos do salário educação e tiveram aprovação do Comed. Na coletiva desta quinta-feira o prefeito também apresentou o modelo dos agasalhos que serão distribuídos aos alunos.

            O prefeito Saulo Sperotto explicou que havia algumas posições diferenciadas dentro da Educação, com relação a doação de uniformes, por isso submeteu o assunto ao Comed, que decidiu favoravelmente. “Nós encaminhamos um ofício ao Comed no dia 16 de fevereiro e obtivemos o parecer favorável, por isso estamos fazendo esse anúncio hoje”, afirmou.

            Na opinião do prefeito, esses recursos, na ordem de R$ 400 mil, poderiam ser utilizados na construção, ampliação ou reformas de escolas, mas é preciso observar o lado humano desses estudantes que vão receber o uniforme. “O uniforme serve como uma padronização, para que todos na a escola sejam iguais, não tendo esse ou aquele vestido de forma melhor ou pior”, disse.

            O presidente do Comed, professor Romnei Riedy, disse que o conselho se posicionou favorável a aquisição dos uniformes, porque é importante para os alunos, além de servir como padronização é uma forma de incentivo a esses estudantes, já que temos muitos alunos carentes em nossos bairros.



Escrito por Frutuoso Oliveira às 20h07
[   ] [ envie esta mensagem ]




Tiroteio no bairro Martello acaba em morte

Claudete Lemos Lopes (FOTO), 57, morreu após receber dois tiros na cabeça de João Claudir Córdoba, 34. Acredita-se que a discussão, que levou ao tiroteio, começou no último domingo (19)

 Nicole Trevisol, da equipe da FOLHA

Os moradores se esconderam assustados dentro de suas casa. As mães pegaram os filhos que estavam na rua e abraçaram forte para evitar que alguma bala perdida os ferisse. A cena se parece com as que comumente acontecem nos morros cariocas. Mas o fato ocorreu às 12h 30min de quinta-feira, 23, na Vila Recando da Alvorada, bairro Martello, em Caçador. "Eu pensei que eram as crianças soltando rojão, porque o tiroteio começou bem na hora em que elas saiam da escola", diz uma moradora da rua Vitoldo Gurski, local em que dois homens correram atirando um no outro.

Claudete Lemos Lopes de 57 anos e João Claudir Córdoba, 34, estavam em frente ao Centro Integral de Atenção Integral à Criança (Caic) e desceram em direção à rua Vitoldo Gurski, onde trocaram tiros em meio a vegetação. Claudete levou vários tiros, sendo que dois atingiram a cabeça e João levou um tiro no abdomem. Ambos foram encaminhados ao Hospital Maicé. Claudete morreu logo após dar entrada no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) e João permanece internado em estado grave.

O motivo do tiroteio ainda não está definido. Suspeita-se que os dois tiveram uma discusão no último domingo, 19, em uma festa popular e que uma briga entre os filhos deles tenha desencadeado a tragédia. Claudete atirou em João com um revólver calibre 38, utilizou seis balas e trazia pendurado na cintura mais 16 cartuchos, que não foram utilizados. A arma em que João usou para matar Claudete não foi encontrada.



Escrito por Frutuoso Oliveira às 20h03
[   ] [ envie esta mensagem ]




Na festa dos bombeiros

Vereador Deoclides Sabedot, Silvio Godinho e esposa, vereador Gilberto Gonçalves e esposa e a jovem Francieli. Fotografados por Jorge Tadeu na solenidade de comemoração aos 35 anos do Corpo de Bombeiros Voluntários de Caçador, domingo, no Parque das Araucárias.



Escrito por Frutuoso Oliveira às 12h30
[   ] [ envie esta mensagem ]




Inflação

Hospital Maicé apresentou uma planilha de custos para a Prefeitura solicitando um reajuste no valor do convênio para manutenção do Pronto Socorro que quase derrubou da cadeira os presentes à reunião. Dos atuais R$ 28 mil, o hospital quer agora R$ 68,5 mil mensais. O assunto agora vai ser discutido entre Prefeitura, Conselho Municipal de Saúde e até Ministério Público.

Bola nas costas

Vereadores dos partidos PP e PFL, que compõem a base de sustentação ao prefeito Saulo Sperotto (PSDB) na Câmara ficaram desapontados na votação do veto do prefeito a emenda que reduzia os prazos de pagamento do financiamento do Badesc. Acreditavam que o vereador do PDT, Gilberto Gonçalves, acompanharia a situação no voto. Pelo contrário: Gonçalves votou fechado com a oposição.

Desdobramentos

O resultado dessa votação na Câmara mexe novamente com os ânimos dos aliados do prefeito Saulo Sperotto. Todos querem saber porque ele ainda não rompeu com o PDT, que ocupa posições estratégicas na sua administração. O próprio prefeito anunciou a repórteres, na noite de terça-feira, que vai tomar uma posição.



Escrito por Frutuoso Oliveira às 12h27
[   ] [ envie esta mensagem ]




Parcelamento

Vereador Alcedir Ferlin (PMDB) questiona informação do jornal  FOLHA DA CIDADE, na edição de ontem, de que a população terá apenas 24 meses para pagar pelo asfalto, dentro do projeto de Pavimentação Comunitária. De acordo com ele, o código tributário do município prevê que o contribuinte pode pagar contribuição de melhoria em até 36 meses. O que a Câmara de Vereadores é que o dinheiro seja devolvido ao Badesc, que é o financeiro, em apenas 24 meses.

Parcelamento (1)

Entretanto, se o empréstimo pudesse ser devolvido em 36 meses (o que não fere a Lei de Responsabilidade Fiscal- fosse assim a atual administração não estaria pagando dívidas de prefeitos anteriores) estaria dentro da capacidade de endividamento da Prefeitura para o valor de R% 5 milhões. Com a devolução em apenas 24 meses o valor do empréstimo deve ser reduzido e conseqüentemente o número de ruas asfaltadas, ficando alguns moradores prejudicados.

Financiamento menor

Prefeito Saulo Sperotto ainda está avaliando, com sua assessoria, a capacidade de endividamento da Prefeitura e acredita que em função da redução do prazo deverá reduzir o valor do financiamento. Ontem ele voltou a dizer que Caçador está perdendo a oportunidade de ter celebrado um financiamento com pagamento a longo prazo que, nasua opinão, só beneficiaria a população.



Escrito por Frutuoso Oliveira às 12h27
[   ] [ envie esta mensagem ]




Só dá Lula

nas pesquisas

Pesquisa Datafolha, divulgada na edição desta ontem da Folha de São Paulo, mostra que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a ser o candidato favorito para a eleição presidencial de outubro. Segundo o Datafolha, se o pleito fosse hoje, Lula venceria tanto o prefeito de São Paulo José Serra quanto o governador paulista Geraldo Alckmin.

Pela primeira vez desde agosto do ano passado, o Datafolha apurou que Lula está à frente do prefeito de São Paulo também no segundo turno. O petista tem 48% das intenções de voto (no início de fevereiro, tinha 41%). A pesquisa mostra que Serra caiu de 49% para 43% nas intenções de voto no segundo turno. No caso do primeiro turno, o Datafolha apurou pela primeira vez em quatro meses que o presidente Lula aparece à frente de Serra. Lula subiu de 33% para 39% desde a pesquisa dos dias 1º e 2 de fevereiro. Serra recuou e foi de 34% para 31%.

Com Alckmin na disputa, em relação à pesquisa anterior, Lula passou de 36% para 43% no primeiro turno, enquanto o governador caiu de 20% para 17%. No segundo turno, o placar é 53% a 35% para o petista. A reportagem lembra que, na pesquisa anterior, o presidente Lula já havia recuperado votos entre os mais pobres e com menos escolaridade. Agora, ele também cresceu entre os que ganham mais de dez mínimos e têm mais anos de estudo. O Datafolha mostra ainda que a avaliação do governo Lula ficou estável desde o início do mês, quando Lula recuperou a aprovação anterior à época do mensalão: 39% o vêem como regular, 37% como ótimo ou bom e 22% como ruim ou péssimo.



Escrito por Frutuoso Oliveira às 12h26
[   ] [ envie esta mensagem ]




Forte chuva provoca morte de motociclista

Marielle Nair Ghidini, 22 anos, estava dirigindo a moto Honda Biz, placas MHO 7590, e morreu após derrapar em pista molhada

A forte chuva que lavava o asfalto desde o meio-dia de terça-feira, 21, nada se comparava ao sol alto que batia nas plantas úmidas às 16 horas da mesma tarde. Tarde que teve tom de silêncio para a família de Marielle Nair Ghidini, 22 anos. Eram 13 horas e dois minutos quando o telefone do Corpo de Bombeiros de Caçador tocou. A vítima perdeu o controle da moto Honda Biz, placas MHO 7590, de Caçador, nas imediações da rua Gerhard Fezer, bairro D.E.R., saída para a linha Rio Bugre.

Segundo a Polícia Civil, Marielle provavelmente perdeu a direção devido a chuva que caia sem parar. "Pode ter sido uma poça d’água ou água na pista. Ela raspou a moto no meio fio por 20 ou trinta metros, vindo a cair. Na queda a vítima bateu a cabeça no meio fio, na altura do pescoço. A velocidade da moto não ultrapassava os 50 quilômetros por hora", diz João Carlos Cavalett, comissário da Polícia Civil de Caçador.

Dioclécio de Moura, comandante do Corpo de Bombeiros Voluntário de Caçador, esteve no local do acidente. "Pessoas ouviram o barulho da queda e ligaram para os bombeiros. Marielle sofreu um trauma raquimedular, ou seja, ela quebrou o pecoço. Mesmo estando de capacete a vítima morreu na hora", explica.

Segundo Cavalett, acidentes envolvendo motos são comuns em dias chuvosos. "Normalmente, são acidentes entre motos e veículos ou quedas de moto que provocam fraturas. Aconselho os motociclistas a não saírem de moto em dias de chuva, ela foi feita para dias de sol. E aos motoristas de automóvel digo para terem mais atenção com motocicletas, ciclistas e pedestres, pois em dias chuvosos a visibilidade é limitada. Muitos ainda usam o espelho só para se pentear", conclui.



Escrito por Frutuoso Oliveira às 19h21
[   ] [ envie esta mensagem ]




Informe especial

Frutuoso Oliveira

É preciso gostar de gente

Não há como negar a unanimidade que é o bombeiros voluntário na sociedade de Caçador. Eventos dos bombeiros são sempre cheios. Há nas pessoas uma demonstração de carinho, de afeto e de emoção. Domingo não foi diferente. A cada passo da solenidade, cenas emocionantes. Vi várias pessoas não conseguirem conter as lágrimas no momento da formatura das novas bombeiras que agora passam a integrar a corporação.

Do sonho dos fundadores, que receberam suas devidas honrarias, a vontade dos atuais, passando pelo apreço da sociedade e o reconhecimento das autoridades, o Bombeiro Voluntários de Caçador chegou a patamar que está se transformando numa referência em nossa cidade. Agora, para ficar ainda melhor, ganha a participação das mulheres, com seu charme, sua organização e dedicação.

No final da cerimônia, depois de tantos momentos especiais, o presidente Renato Voguel fez a leitura de um texto que resume o ideal dos bombeiros. Dizia o texto, "para ser bombeiro é preciso gostar de gente". Os bombeiros gostam da gente caçadorense e a gente caçadorense gosta deles. Parabéns pelos 35 anos.

Número de vereadores

Será realizada na próxima quarta-feira, 22 de fevereiro, com início marcado para as 14:30h, audiência pública da Comissão Especial que estuda a composição das Câmaras de Vereadores, através da PEC 333-A/2004. A referida comissão foi instituída pela Câmara dos Deputados e deverá ouvir os presidentes da Associação Brasileira das Câmaras Municipais (Abracam), da União dos Vereadores do Brasil (UVB) e do Movimento de Defesa dos Vereadores (Modeve). O deputado Federal Gervásio Silva, que é membro titular da Comissão especial, acredita que haverá um certo consenso em torno do assunto, facilitando a tramitação da PEC. Ele entende que a ampla participação das entidades representativas dos parlamentos municipais poderá contribuir significativamente para o aprimoramento e a rápida tramitação do assunto.

 Vôo para Curitiba

A companhia Ocean Air está inaugurando um novo vôo para Curitiba, a partir de Videira. Sai de Curitiba às 12 horas e chega em Videira às 12h30. Sai de Videira às 13 horas, chegando a Curitiba às 13h30, de segunda a sexta-feira.



Escrito por Frutuoso Oliveira às 21h06
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




 
Meu perfil
BRASIL, Sul, CACADOR, Homem
MSN -
Histórico
  01/04/2006 a 30/04/2006
  01/03/2006 a 31/03/2006
  01/02/2006 a 28/02/2006
  01/01/2006 a 31/01/2006
  01/12/2005 a 31/12/2005
  01/11/2005 a 30/11/2005
  01/10/2005 a 31/10/2005
  01/09/2005 a 30/09/2005
  01/08/2005 a 31/08/2005


Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
Votação
  Dê uma nota para meu blog